terça-feira, 11 de novembro de 2014

Turks & Caicos - O paraíso existe - II - Onde comer.

Como contei no post aqui, sobre onde ficar em Turks & Caicos, optei por um resort all inclusive. Mas não poderia deixar de conhecer a culinária local e estava realmente empolgada para ver de perto os pratos do Coco Bistrô e do Aqua Bar and Terrace. Mas o Aqua estava fechado e só abriria dias depois, então a concierge do cartão me recomendou, para um jantar beeeem informal, o Da Conch Shack.

- Coco Bistro: Que restaurante! Uma casa estilo praiana colonial, com um jardim incrível, onde ficam postas as mesas (fiquei pensando: e se chovesse? Mas não aconteceu). A iluminação deixa tudo mais agradável, parecendo que estamos em uma floresta recheada de palmeiras (fotos do site do restaurante):




A comida é excelente, as pessoas são bonitas e o nível é ótimo!

Entradinha de ceviche de conch - meu marido AMOU!

 Minha entrada de atum com massagô.

Atum selado com purê de batata - provado pelo marido. 

Penne com frutos do mar. Hummmm!

Tomamos um espumante rosé por conta do calor, e a noite foi muito agradável!

PS: Reservem! Vimos pessoas querendo sentar, com espera de 2 horas...

Grace Bay Road, Providenciales, Turks and Caicos Islands +1 649-946-5369

- Da Conch Shack: Turcos e Caicos é famosa pela comida local baseada nas "conchas" (do tamanho de uma mão adulta o marisco). Costumam servir esse as conchas em ceviches. ADOREI!


Fotos do site do restaurante.

Esse restaurantezinho (mais bar mesmo), fica na beira do mar, com mesas entre os coqueiros na areia. Dá pra ir de saída de praia arrumadinha de tão tranquilo o ambiente, que parece nos colocar em um lual. E venta bastante!

Fotos do site do restaurante.

Pedimos o ceviche de "conch" e a lagosta, ambos estavam ótimos!

Batatas fritas do pequeno e nosso ceviche.


Lagosta já dividida e servida no prato.

Reservamos, mas não haveria necessidade naquele dia. Imagino que nos outros também não, exceto alta temporada.

Blue Hills Road, Providenciales, Turks and Caicos Island +1 649 946 8877

Dica de locomoção: tudo é bem esquisito na ilha quando se fala em transporte. Os taxis são aquelas vans imensas de quatro fileiras de assento (ainda que seja um casal). E os motoristas cobram preço fechado por pessoa, meio bagunçado. Cada dia um preço diferente de acordo com o que vem na cabeça. Então, pergunte antes de entrar no taxi. Eles também costumam se prontificar a buscar, o que nós aceitamos, já que não sabíamos se teríamos taxi para voltar depois. Mas no Coco Bistro há taxis organizados na saída, basta pedir para a hostess.

3 comentários:

  1. amiga, você sempre com dicas ótimas, com lugares incríveis. E o filhão lindão companheirão aproveitando junto!!! Ele comeu os mariscos? O pratinho dele está vazio na foto. Ai, eu tenho nojinho. Mas já comi...
    Segui sua recomendação... voltei a escrever. Comecei agora mesmo e venho te contar em primeira mão. beijocas, valeu a força.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O PH anda numa fase meio avessa a experimentar qualquer novo sabor! Nesse dia ele comeu só arroz com batata frita, mas já tinha jantado "papinha" antes de ir…rs Já comecei a ler seu blog! Nossa, quantas dicas!!!

      Pessoal, aliás, super recomendo a leitura do blog da Elle Buop - que tem altas dicas de viagem com os pequenos: http://filhotesviajantes.blogspot.com.br

      Excluir
  2. Hummm acho que nossos filhos podem abrir um restaurante juntos, um faz o arroz e o outro as batatas fritas! O que sobrar eles comem.

    ResponderExcluir