quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Turks & Caicos - O paraíso existe - I - Onde ficar e como chegar.

Turks & Caicos é um lindo arquipélago que pertencia anteriormente às Bahamas. Hoje é apenas uma British Island (o que deixa tudo muito engraçado, pois apesar dos carros serem americanos, com volante à esquerda, dirige-se na mão inglesa). Há, aliás, vôo direto da Inglaterra para a ilha principal.

O aeroporto, assim como grande parte dos hotéis, fica na ilha principal, chamada de Providenciales (ou sigla PLS ou localmente chamada de PROVO). É nessa ilha que fica a praia eleita algumas vezes como a mais bonita do mundo pelos viajantes do TripAdvisor: GRACE BAY, uma praia de cerca de 8 km de extensão.



Fiquei no Beaches at Grace Bay, da bandeira Sandals. É um resort muito grande, que conta com sistema ALLLLL inclusive (de verdade, já que nem tips aceitam....), caro, mas sem frescura. Bem estilo americanão mesmo (e, pasmem, não encontramos brasileiros!!!).

Dentre todos os que pesquisei, e abaixo vou colocar os outros que também ficaram no top list, o Beaches me pareceu o com mais estrutura para os pequenos, já que o hotel conta com a animação dos personagens da Vila Sésamo.

São várias piscinas, com diversos níveis de água, algumas bem rasinhas para os pequenos. Tem um parque aquático com passeio de bóia por rio lento, toboáguas, escorregadores, lanchonete dentro de um mini navio, parquinho, trenzinho passeando entre os três principais lobbys... Show do Sesame Street à noite, que às vezes pode ser uma parada também!






Ah, e pra quem planeja ir sem babá, a melhor coisa do mundo: de manhã, até o final da tarde, há um berçário, com cuidadoras, no qual é possível deixar as crianças até as 17 horas mais ou menos - lá eles têm toda uma grade de atividades, que incluem as refeições, idas aos parquinhos, passeios pelo resort (dependendo da idade), mini piscina dentro do próprio berçário, brinquedotecas, contação de histórias... Nossa, o máximo. Eu não deixei meu filho, pois até para fazer snorkel eu levei ele no barco, já que a intenção da viagem era curtir com ele.



O hotel é composto de 4 partes: French Village (não é pé na areia), Italian Village (central), Caribean Village (mais antiga e em conta) e Key West (essa última é a mais nova e costumava ser outro resort, então foge da arquitetura meio padrão de lá):


Escolhi ficar na Italian Village, a parte mais central, com mais restaurantes, com a piscina mais adequada para crianças. E já que estava numa das praias mais bonitas do mundo, decidimos ficar num suíte ocean front (já falei aqui que ligo para vista dos quartos, né? Acho que faz parte da imersão no local de destino). Olhem só a vista:



O legal é que na Italian Village, pra quem viaja com a família, há a opção dessas family suites, nas quais há uma espécie de ante-sala com beliche tricama, um X-box, além da parte da cama de casal, que conta com mais um sofá cama. Um casal com até 3 filhos fica bem ali (o problema é que é apenas 1 banheiro, o que não torna tão agradável assim levar a babá e deixar no mesmo quarto):




Os restaurantes: bom, não vá esperando nada gourmet... Mas é possível comer bem lá sim. São 19 restaurantes (lista aqui) e pelo menos fora da temporada, cada dia eles publicam no hall quais estarão abertos para quais refeições. É necessário reservar apenas o KIMONO (restaurante típico japonês de chapa, tipo o Shintori/Santori e Benihana daqui). Os cozinheiros são um show à parte... Cantam e são muitoooo animados e as crianças AMAM:


Tem também um japonês chamado SOY, que é bemmmm gostoso.

Além disso, outros trabalham no esquema buffet (como o Mario's), outros a la carte. Há lanchonetes que fecham só de madrugada ou sequer fecham, como o Bobby Dees (onde tem sorvete o dia todo), The Cricketers Pub (pubzinho mesmo, no qual há atividades à noite como karaokê) ou mesmo pizzarias (dá para pegar uma pizza e comer na beirada da piscina).

Cada dia costuma ter algo diferente, como um festival de chocolates por exemplo, em algum lugar do resort. Há danceteria para os adolescentes também, além de atividades para crianças com monitores o dia todo, bem como atividades esportivas aquáticas!

Bom, mas se seus filhos são do estilo mais tranquilo e clássico e já são um pouco mais velhos, eu ficaria no Grace Bay Club, bem mais clean e aparentemente sossegado. Nesse, são 7 restaurantes. Com kids club a partir de 5 anos:




Agora, se vai de casal.... Sem dúvidas eu optaria pelo Amanyara - mais chique de todos, todo moderno e lindo, com vidraças e mais vidraças. Só que caiu no gosto do high society brasileiro, então... Significa que talvez encontre alguns, ou muitos, conterrâneos por lá:






Como chegar - De Miami, a American Airlines voa direto para lá (se não for incluir o round trip, a passagem de first class não vale nada a pena... Servem salgadinhos industrializados e bebidas, e o bilhete, por ser Caribe, não dá direito à utilização da sala vip no aeroporto). Nosso vôo foi airbus (o que me deixou aliviada, já que não gosto de aviãozinho pequeno). Cerca de uma hora e quarenta de vôo marcando na passagem, mas voamos bem menos tempo do que isso, tanto na ida como na volta.

Lembrando que tanto na ida como na volta é necessário fazer alfândega para entrar nos Estados Unidos e pegar o vôo pra PLS ou de volta pro Brasil.

PS: Quando era Bahamas, havia a necessidade de tomar vacina de febre amarela. Atualmente, não encontrei Turks and Caicos na lista da Anvisa. Na dúvida, vacinei meu filho e peguei a carteira internacional. Fiz isso no centro de imunização do Einstein (não precisa ir mais ao aeroporto validar, pois eles já te dão o certificado lá). Mas ligue antes, pois como não é uma vacina comum, pode ser que não tenham.



7 comentários:

  1. amiga, que completo seu post. A cor da água é de babar! Preciso ir conhecer. A área kids é incrível. Vou colocar na lista dos lugares que preciso ir!!! beijo, tati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tati, como dizem as "colegas" por aí: esse é um "must go" indubitável! Lugar lindoooo demais!

      Excluir
  2. Não me canso de ser surpreendida pelos deliciosos destinos !!!! post ótimo para qualquer pessoa que queira visitar o local, super completo ... adorei.
    beijocas
    Li
    http://www.criandofilhospelomundo.com/

    ResponderExcluir
  3. Ana, esta na minha lista agora que voltei pro Ocidente.Dicas completas, amei o post!!!

    ResponderExcluir
  4. desejei. que lugar de sonho :)
    suas fotos estão ótimas.

    ResponderExcluir
  5. Sou apaixonada com o arquipélago. Depois que vi um casamento que rolou por lá, entrou na minha listinha de destinos a visitar nessa vidinha. Amei!

    ResponderExcluir
  6. Adorei as fotos, que lugar maravilhoso! Com certeza está na lista para visitar :) Adorei!

    ResponderExcluir