quarta-feira, 17 de setembro de 2014

BLACK COD - Receita similar à do Nobu!

Gente, quem leu o post sobre os restaurantes de Miami (veja aqui) lembra que comentei sobre o Black Cod (como o bacalhau, pode ser de várias espécies: veja aqui no Wikipedia), um tipo de peixe sensacional que comumente é servido nos restaurantes de inspiração japonesa nos EUA. Amei o do ZUMA e o do NOBU, que são bem parecidos.

Passeando esses dias na seção de peixes da Casa Santa Luzia (nossa, eu amo ir pra lá sem tempo pra voltar e ficar descobrindo coisas novas para experimentar e incrementar o cardápio aqui de casa), dei de cara com o tal Black Cod congelado (o tipo era "peixe carvão do pacífico - Anoplopoma Fimbria - da família Anoplopomatidae"):


Na mesma hora, acessei o Google para ver se encontrava uma receita derivada daquelas que amei em Miami e, ACHEI!

Além de açúcar e saquê, também eram necessários MISSO e MIRIN. O missô é uma pasta de soja escura, de cuja diluição é feito o missoshiro (sopinha japonesa marrom com cebolinha e tofu) e o mirin é um saquê próprio para culinária. Como nem eu mesmo sabia que cara de produto procurar, tirei umas fotos pra que vocês tenham uma idéia da cara dos ingredientes:




A receita, retirei do site The Kitchn, segue aqui o link, que adaptou a receita do livro de receitas do Nobu.

Mas, pra facilitar a vida, lá vai a receita com o modo de preparo em português! Adaptei quase nada a receita, pois na hora, lendo a receita original e essa, o saquê e o mirin me pareceram pouco e o tempo de assar também.

BLACK COD MARINADO NO MISSÔ estilo NOBU:

1/2 xícara de chá de saquê
1/2 xícara de chá de mirin
4 colheres de sopa de pasta de missô
3 colheres de sopa de açúcar (usei cristal orgânica e funcionou)
4 filés de Black Cod, cerca de meia libra cada (mais ou menos 225 gramas)

Fazer a marinada de missô e deixar o peixe marinar por 2 a 3 dias.

Marinada: Colocar o saquê e o mirin para ferver em uma panela média em fogo alto.
Ferver durante 20 segundos, para evaporar o álcool.
Abaixar o fogo para baixo, adicionar a pasta de missô e misturar.
Quando o missô se dissolver completamente, coloque novamente em fogo alto e adicione o açúcar, mexendo constantemente para assegurar que o açúcar não queime no fundo da panela.
Retire do fogo quando o açúcar estiver completamente dissolvido.
Deixar esfriar até alcançar temperatura ambiente, para não cozinhar o peixe.

Pegue as postas de Black Cod e seque-as com papel toalha. Coloque o peixe na marinada, tampe e deixe marinar na geladeira por 2 a 3 dias:


Assando o peixe: Preaqueça o forno e a forma a 400 ° F (cerca de 205o Celsius).
Esquente a frigideira ou grelha e coloque o peixe (SEM LAVAR - mas se tiver muito molho deixe escorrer o excesso da marinada) com a pele para cima por 2 a 3 minutos (eu deixei na frigideira em fogo médio exatamente 3). Vire do outro lado e deixe mais 2 a 3 minutos (novamente eu deixei 3).
Pegue a forma quente e coloque os filés com a pele para baixo e deixe no forno por 5 a 10 minutos (eu deixei 12), até que o peixe fique opaco e se desfaça em camadas facilmente.



E, voilá. Para acompanhar, servi saladinha de alface da horta de casa, cebola, tomate e mussarela de búfala, além de mini aspargos frescos (só fervi por 3 minutos e coloquei na água gelada) e shitake (só passei na frigideira com 1/4 de xícara de shoyu e 3/4 de água, até secar):


Eu testei e me apaixonei! E aí, alguém mais já fez essa receita ou alguma parecida e quer compartilhar com a gente?

PS: Ainda ficaram algumas postas já temperadas que congelei. Quando as fizer conto se ficam boas congeladas já temperadas, ok?

Nenhum comentário:

Postar um comentário