sexta-feira, 10 de maio de 2013

Os Vistos Estadunidenses - Babá e Bebê nos EUA.


Passaportes prontos, hora de providenciar os vistos, pois vamos para NYC agora em junho.


Primeiro, começamos pelo do bebê: Formulario DS-160 (digitem no google).


É necessário preencher o formulário (informações adicionais de como preencher no site da Embaixada Americana). Depois, fazer o upload de uma foto e começar a preencher o extenso formulário. É possível salva-lo no computador para preencher depois.


Serão necessárias informações do bebê - nome, data e local de nascimento, sexo, situação civil. Nome do pai e da mãe também, além de data de nascimento. Passaportes. Depois preencher com endereço. O que não for pertinente a um bebê, clique em "does not apply". Dê todas as informações requeridas, o máximo de contatos possível, sempre primando pela verdade, pois inconsistências podem até mesmo torna-lo inexigível ao visto. Quando os dados estiverem completos, clique em enviar. Depois imprima a página de solicitação.


Segundo, para marcar a entrevista: CSC Visa Information Service.


É necessário primeiro clicar em "Criar Conta": são necessários os seguintes dados: nome/ sobrenome/ número do passaporte/ data de nascimento e nacionalidade.


No caso de bebê com pais com visto, depois de fazer o "logon", clique na opção "Isenção de Entrevista por Idade ou Renovação de Vistos"- a criança até 15 anos apenas necessita ir ao CASV fazer as coletas de dados (não é entrevista no Consulado).


É por esse site que se imprime a taxa de $160.00 - pode ser paga com cartão de crédito online ou por boleto.

Depois, m
arque a entrevista em um CASV (eu marquei na José Maria Whitaker). É possível "Incluir Membros da Família" no mesmo agendamento (tem um botão específico). Nesse ponto se escolhe se se quer retirar o documento no local ou receber em casa por entrega (chegaram em 10 dias úteis no meu caso). 

Chegue com 15 minutos de antecedência e aguarde a chamada do horário marcado - nessa hora/fila não há prioridade. Uma vez lá dentro, com bebê de colo, há prioridade, então peça aos agentes consulares. Fiz tudo em menos de 20 minutos.


Na entrevista, leve o formulário impresso, uma foto extra, a taxa de solicitação e passaportes com eventuais vistos anteriores. O novo passaporte deve estar válido por pelo menos 6 meses depois da data da viagem. Não pode entrar com celular.

Para menores de 18 anos: O solicitante deve apresentar documentos legais que afirmem sua situação. Solicitantes menores de 18 anos devem apresentar o passaporte de cada um dos pais e o visto (se possuírem), certidão de nascimento original e certidão de casamento dos pais (se houver). O Responsével legal deve apresentar documentos oficiais indicando permissão para viajar com a criança.

No caso da babá, para solicitar o visto é necessário cumprir os seguintes requisitos para Visto de Empregado Doméstico:

Empregados domésticos ou pessoais que estão acompanhando ou que irão acompanhar um empregador solicitante ou portador dos vistos B, E, F, H, I, J, L, M, O & P, Q, R , serão elegíveis para o visto B-1 desde que:

                  O empregado tenha sido contratado fora dos Estados Unidos pelo empregador pelo menos um ano antes da data de admissão do empregador nos EUA, ou, caso a relação empregador-empregado tenha se iniciado imediatamente antes do pedido do visto, que o empregador demonstre que tem empregado regularmente (anual ou sazonalmente) empregados domésticos por um periodo de anos antes da solicitação do visto.
                  O empregado tenha experiência de pelo menos um ano como empregado pessoal ou doméstico comprovada mediante apresentação de declarações de empregadores anteriores.
                  Que o empregado possui residência fixa em seu país de origem sem a intenção de imigrar para outros países.
                  Que o empregado e o empregador possuem um contrato de trabalho assinado por ambas as partes informando que ao empregado é garantido salário compatível a sua função (maiores informações disponíveis no site do Departamento de Trabaho Americano), que lhe será fornecida moradia e alimentação e que o empregador será a única fonte de emprego para o empregado.
Além dos documentos necessários para a solicitação do visto B-1, você terá que apresentar o original de um contrato de trabalho escrito, datado e assinado por ambos (empregado e empregador) que descreverá o salário mensal (jornada de oito horas diárias) e quaisquer outros beneficíos recebidos normalmente por trabalhadores americanos que exerçam a mesma função. 
Veja as orientações sobre o contrato no site da Embaixada Americana, e há até uma minuta do contrato de trabalho a ser firmado entre vocês e sua babá.
Deve-se observar o valor da hora mínima e esquema de folgas do local em que o empregador levará o funcionário. O empregador deve ir junto na entrevista do Consulado (antes, na do CASV, que é só a entrega de documentos e fotos, não é necessário). Leve todos os documentos como se o empregador estivesse tirando o visto - IR, extratos, etc.


Sinceramente, eu preferi passar todas as burocracias do visto da babá ao Cícero, do JSVISTOS, que já está acostumado a orientar as profissionais sobre a entrevista. Mandei os dados solicitados e recebi a guia para pagar. Depois, recebi as datas das entrevistas. E deu tudo super certo.


Tanto o visto do bebê (que eu tirei) como o da babá (providenciado pelo Cícero) já estão conosco.





7 comentários:

  1. Certa vez, quando fui renovar meu passaporte, vi o perrengue que é para preparar a papelada de um bebê. A parte mais difícil me pareceu fazer o pequeno ficar paradinho para a foto do passaporte (e do visto). No lugar da PF em que tirei, eles tinham uma funcionária incrível e que praticamente hipnotizada o bebê com fofura para ele ficar paradinho. Foi adorável acompanhar :)

    ResponderExcluir
  2. Outro post muito útil para todas as famílias. Parabéns! bjs

    ResponderExcluir
  3. É uma papelada sem fim né!? mas se seguir os passos direitinho não tem erro.
    Beijocas
    Li
    http://www.criandofilhospelomundo.com/

    ResponderExcluir
  4. Bem que poderia ser suspensa essa necessidade né? Que sonho!

    ResponderExcluir
  5. Realmente... burocracia, mas necessária! Post bem explicadinho!! :)

    ResponderExcluir
  6. Ai seu Cícero porque não te conheci antes. kkkkk
    Que coisa mais complicada esta papelada. Eu não chamo o Cícero mas coloco o marido para resolver...
    ótimo post, bem explicado.
    Tati

    ResponderExcluir
  7. Muito bom o post com tudo explicadinho!! Adorei!

    ResponderExcluir